Sobre a Rafa

Resumo sobre a autora:

  • Graduação em Engenharia;
  • Rafaella é QGrader, maior Certificação Internacional de provador de café pelo CQI (Coffee Quality Institute);
  • Curso Avançado para Formação de Mestres de Torra;
  • Artigos publicados no site Perfect Daily Grind – https://www.perfectdailygrind.com;
  • Curso Processamento e Fermentação para cafés especiais em 2018 – Professor Edwin Enrique Noreña Garcia – Coordenador de Processos de Fermentação na Assoicação Flor de Café;
  • Vivência com torrefação de café por mais de 10 anos;
  • Desde 2003 em contato com a cadeia produtiva do café, experiência de 13 anos;
  • Curso de Barista, Bolsa do Café de Santos, Museu do Café, ano: 2009 (7 anos);
  • Curso Avançado de Barista – Extração do Espresso Perfeito, com a Professora juíza de Campeonado de Baristas: Cléia Junqueira, São Paulo, ano: 2009;
  • Trabalhou com montagem, manutenção e instalação de máquinas de café por 8 anos;
  • Orientation to SCAA Cupping, Specialty Coffee Association of America (SCAA), instrutor: Rocky Rhodes (Internacional Coffee Consulting), ano: 2016;
  • Introduction to Sensory Analysis, Specialty Coffee Association of America (SCAA), instrutor: Rocky Rhodes (Internacional Coffee Consulting), ano: 2016;
  • Seminário Internacional “Como comunicar e apresentar o café de qualidade para o mercado consumidor, palestrante: Rocky Rhodes (Internacional Coffee Consulting) EUA, ano: 2016;
  • IX Curso de Atualização em Café, Instituto Agronômico de Campinas, ano: 2009;
  • Cupping: Cafés Exóticos do Instituto Agronômico de Campinas – IAC;
  • Curso de Preparação de Café Feito em casa (métodos de brew), com a Professora juíza de Campeonado de Baristas: Cléia Junqueira, São Paulo, ano: 2009;
  • Curso Introdução à Administração de Pequenas e Médias Empresas – SENAC – 2019;
  • Participou em 2018 no IAC (Instituto Agronômico de Campinas) do “13th Workshop On Bioeconomy – New Bioeconomy Industry: Coffee”;
  • Curso “Como criar uma carta de Bebidas para uma cafeteria – Professor Marco de La Roche” – 2018;
  • Encontro “Aprendendo a identificar os detalhes”, Starbucks Campinas;

Rafaella é engenheira de formação e tem como hobby o mundo do café, dedicando seu tempo livre ao estudo e elaboração de pesquisas e postagens sobre café.

Em suas viagens ela percorre as melhores cafeterias das cidades visitadas, sempre buscando conhecer o que rola no mercado de cafés, desde os cafés tracionais, especiais até vencedores de campeonatos. As aventuras relatadas neste Blog envolvem também sua experiência com produtores rurais, com a instalação, manutenção e comercialização de máquinas de café, área na qual passou cerca de 8 anos trabalhando.

Sua família de ascendência italiana já cultivava café há mais de 60 anos no Paraná, estando entre as primeiras famílias a cultivarem café no Estado.

Seus estudos sobre café tiveram início em 2009, quando fez o curso de Barista na Bolsa do Café em Santos.

img_1792

barista.JPG
Rafaella em seu primeiro curso sobre café em 2009 (10 anos atrás), curso de Barista pelo Sindicafé no Museu do Café em Santos.
IMG_1795
Cupping – Semana Internacional do Café

 

8 comentários sobre “Sobre a Rafa

    1. Existe uma harmonização para cada café. Dependendo do café servido pode harmonizar com diversos acompanhamentos. Depende muito do café que vai tomar. No geral eu recomendo que não erre na harmonização escolhendo doces muito doces, pois quanto mais doce a comida, mais chances tem de destoar do café. Pode acontecer de um doce BEM doce harmonizar com café? Pode sim, mas a chance de dar certo é pequena e requer muito estudo.

      Curtido por 1 pessoa

  1. Oi Rafa! Adorei seu blog! Sou veterinária e estou querendo desbravar outros mundos.. estou pesquisando cursos para iniciar a “carreira” de Batista e o foco é mudar para Alemanha e abrir um bom café lá.
    Você poderia me dar algumas dicas?

    Muito obrigada!
    Sheila

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi Sheila! Que bom que gostou! Você pode me seguir no Instagram, Face e Twitter. Recomendo que procure uma escola de Barista que seja imparcial, ou seja, procure um curso que NÃO seja dentro de alguma torrefação ou oferecido por alguma empresa que venda cafés pois o curso pode tendenciar a favorecer o próprio produto. Procure uma escola que seja mais imparcial possível, tipo associações, sindicatos, museus, enfim, locais neutros. Outro detalhe importante, como pretende usar o curso de forma “internacional” sugiro que procure um curso reconhecido pela SCA, pois o diploma é mais fácil de ser reconhecido fora do Brasil. Mas tenho vários amigos baristas que cursaram no Brasil em locais pouco conhecidos e estão se dando bem lá fora. Acesse o site da SCA para ter mais informações. Dependendo da sua região podem existir escolas próximas de você. Espero ter ajudado.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s