Você é um supertaster? Percebe todos os sabores e aromas? Sabores e Aromas – Parte 1

Existem tantas opções de cafés hoje! Ultimamente o mercado apresenta tantas variedades de café que qualquer um que voltasse no tempo não conseguiria explicar para alguém da década de 90 que em 2016 estaríamos tomando um café com notas de “manga”, “amadeirado” ou com notas de “cebola” e outros tantos aromas. Mas e ai? Você consegue perceber essas “notas”?

Você bebe um café e não é capaz de sentir “o sabor de framboesa” que estava escrito no rótulo? Calma, boa parte da culpa por você sentir todas essas sensações é o seu nariz, sim, o nariz, então nem você nem ninguém vai ser capaz de encontrar o “sabor de framboesa” na língua, mas vai encontrar o “aroma de framboesa”. O ser humano tem milhões de células olfativas e milhares de papilas gustativas e isso tudo trabalha junto na hora de identificar um café.

faringe-e-laringe

mapa-paladar
A teoria de que cada região da língua seria responsável por um sabor caiu por terra, atualmente sabe-se que todas as papilas gustativas sentem todos os sabores, a suposta separação aconteceria nas associações feitas pelo cérebro.

Nossa capacidade de sentir sabor é muito limitada perto do que nosso nariz é capaz de proporcionar. Nosso paladar, é capaz de sentir (segundo pesquisas) apenas 5 sabores: ácido, amargo, doce, salgado e umami. Pesquisas indicam que a percepção de sabor não está apenas na língua, mas também no céu da boca e garganta.  Isso quer dizer que o “sabor” framboesa na língua na verdade não existe, porque o sabor é uma composição de sentidos e sua língua só consegue sentir esses 5 sabores, o restante da percepção da “framboesa” fica por conta do aroma e associar isso a outros aromas envolve até aspectos emocionais, conforme disse  Maria Aparecida Azevedo do Laboratório de Análise Sensorial da Faculdade de Engenharia de Alimentos da UNICAMP “Além do aroma, que é fundamental, também participam do gosto a cor, temperatura, consistência e até aspectos emocionais associados a determinados alimentos” (saiba mais aqui Link da reportagem da Super Interessante falando mais sobre o assunto e falando sobre a pesquisadora) .

Com relação à percepção dos sabores, podemos classificar as pessoas em 3 tipos: cegas de sabor, normais e super provadoras ou em inglês “supertasters“. Cerca de 50% da população se enquadra como normais, 25% são cegas de sabor e 25% são super provadoras (dados do curso da SCAA que fiz recentemente).  Existe um artigo da BBC explicando como saber se você se enquadra como supertaster:

Link do canal de notícias Britânico BBC – Teste se você é um supertaster

Ok, então isso não se escolhe? Não, isso de ser supertaster nasce com você ou não, é como a habilidade de abrir os dedos como o personagem Spok da série Jornada das Estrelas (Star Trek), ou como a capacidade de enrolar a língua, ou seja, está ligado ao seu gene (e isso de abrir os dedos ou enrolar a língua não tem NADA a ver com ser ou não superstaster).

spock_performing_vulcan_salute
Spock da Série Star Trek e seu famoso cumprimento. A capacidade de fazer este gesto estaria ligada à genética.
ecbaf98f4c08f2b8903c92d3306be36c
Dobrar a língua também é genético.

Outro fator: existem mais supertasters mulheres do que supertasters homens, o motivo? Biológico. Nós mulheres carregamos bebês em nossa barriga, ou seja, carregamos a responsabilidade de transmitir ao bebê bons alimentos, e isso não é uma escolha nossa, é algo que faz parte da nossa natureza, como gerar bebês, é algo que nasce com nós mulheres, mas isso não quer dizer que todas as mulheres são supertasters, mas que nascer mulher aumenta a chances de ser uma supertaster.

 

img_1792
Cupping de cafés exóticos que participei em Setembro de 2016.

img_1294

Mais uma curiosidade pra encerrar o artigo: as papilas gustativas aparecem quando ainda somos fetos, mas só a partir do terceiro mês de gravidez é que as papilas começam a trabalhar. Já podemos sentir gosto desde nosso terceiro mês de vida dentro da barriga de nossas mães, através do líquido amniótico, isso faz com que o bebê sinta os sabores das comidas que a mãe ingere, e isso já faz com que o bebê crie preferência de sabores desde então (Obrigada mãe por me transmitir gosto por café!) . Acredite, chega um dia que nosso paladar vai diminuir e isso começa a ocorrer a partir dos 60 anos de idade e não é só o paladar, o olfato também.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s